dedicação total à Natação Esportiva

dedicação total à Natação Esportiva

dedicação total à Natação Esportiva

dedicação total à Natação Esportiva

13 mar 6 Dicas para uma ondulação mais eficiente

A ondulação é uma transferência de força, do abdômen, para o quadril, para a coxa, perna e por fim os pés. Ela é utilizada antes do breakout – início de nado – tanto da saída como da virada. Os nadadores que têm uma ondulação eficiente, conseguem tirar uma boa vantagem de seus adversários. Conheça agora 6 dicas para uma ondulação mais eficiente:

  • Steamline

Streamline firme, a cabeça deve ficar entre os braços, na altura das orelhas. Não olhe para frente e nem para as pontas dos pés, isso causará muita resistência, além de dificultar o movimento da ondulação.

  • Abdômen

O movimento começa no abdômen, e vai até as pontas dos pés.

  • Quadril

Repare no movimento do seu quadril, para cima e para baixo.

  • Joelhos

Não flexione tanto os joelhos, você terá que fazer muito mais força para poder se deslocar, (o que causará uma fadiga mais rápida), consequentemente deixará sua ondulação mais lenta. Flexionando muito os joelhos, você também pode perder eficiência no movimento.

  • Pernas

A mesma força e ritmo que coloca para fazer o “chute”, tem que fazer na recuperação da perna. Pode não parecer, mas o movimento de volta da pernada é super importante.

  • Pés

Repare na posição dos seus pés. O pé fica flexionado, e ao mesmo tempo, solto, para que você consiga apoiar o maior volume de água.

Nenhum comentário

Publique um comentário.