dedicação total à Natação Esportiva

dedicação total à Natação Esportiva

dedicação total à Natação Esportiva

dedicação total à Natação Esportiva

21 abr Definida seleção brasileira olímpica Rio2016

Terminou ontem a última seletiva olímpica do Brasil, e como muitos já sabem, é, não teremos César Cielo no time, ao mesmo tempo que isso é realmente triste, veremos o maior time olímpico do Brasil e não é porque a olimpíada será no Brasil, claro que isso foi um fator motivacional ainda maior, mas nunca tivemos tantos atletas fazendo índices individuais, nunca tivemos atletas com índices em todas as provas no masculino, nunca tivemos uma mulher conquistando índice em 4 provas diferentes, nunca tivemos duas mulheres com índice em mais de uma prova.

E parando para olhar lá atrás, em 2008 quando César conquistava o ouro olímpico, o primeiro da natação, quantas crianças e adolescentes na época estavam assistindo?

Foi algo inspirador como: um dia eu também posso está ali, no mesmo lugar que aquele garoto de 21 anos se encontrava.

E não será diferente agora, as crianças e adolescentes que assistiram essa seletiva, que assistirão as olímpiadas, crescerão tendo a certeza que um dia poderão estar ali, eu enquanto adolescente por exemplo, nunca vi uma mulher alcançar o índice olímpico, em 2000 quando tinha 14 anos, a única na seleção olímpica do Brasil foi Fabíola Molina, hoje teremos 29 atletas, a maior seleção olímpica brasileira da história, e não tenho dúvida que a realidade da nossa natação já mudou para melhor e mudará cada vez mais!

 

Conheça o time que está fazendo a diferença e inspirando jovens a estarem ali daqui à alguns 4, 8 ou até 12 anos:

 

50m livre

Bruno Fratus – 21”50

Ítalo Duarte – 21”82

Etiene Medeiros – 24”64

Graciele Herrmann – 24”92

100m livre

Marcelo Chierighini – 48”20

Nicolas Nilo Oliveira – 48”30

Larissa Oliveira – 54”03

Etiene Medeiros – 54”26

200m livre

Nicolas Nilo Oliveira – 1’46”97

João de Lucca – 1’47”65

Larissa Oliveira – 1’57”37

Manuella Lyrio – 1’58”43

400m livre

Luiz Altamir Melo – 3’50”32

1500m livre

Miguel Valente – 15’14”40

Brandonn Almeida – 15’14”58

100m borboleta

Henrique Martins – 52”14

Marcos Macedo – 52”17

Daiene Dias – 58”04

Daynara de Paula – 58”38

200m borboleta

Leonardo de Deus – 1’55”54

Kaio Márcio – 1’56”21

100m peito

João Gomes Junior – 59”06

Felipe França – 59”36

200m peito

Tales Cerdeira – 2’10”99

Thiago Simon – 2’11”29

100m costas

Guilherme Guido – 53”09

Etiene Medeiros – 1’00”00

200m costas

Leonardo de Deus – 1’57”43

200m medley

Henrique Rodrigues – 1’57”91

Thiago Pereira – 1’57”91

Joanna Maranhão – 2’14”04

400m medley

Brandonn Almeida – 4’14”07

Joanna Maranhão – 4’38”66

Revezamentos confirmados

4x100m livre Masculino

Marcelo Chierighini – 48”20

Nicolas Nilo Oliveira – 48”30

João de Lucca – 48”59

Matheus Santana – 48”71

4x100m livre Feminino

Larissa Oliveira – 54”03

Etiene Medeiros – 54”26

Daynara de Paula – 55”02

Manuella Lyrio – 55”20

4x200m livre Feminino

Larissa Oliveira – 1’57”37

Manuella Lyrio – 1’58”43

Jessica Cavalheiro – 1’59”05

Gabrielle Roncatto – 1’59”22

4x100m medley Masculino

Costas: Guilherme Guido – 53”09

Peito: João Gomes Junior – 59”06

Borboleta: Henrique Martins – 52”14

Livre: Marcelo Chierighini – 48”20

* Como o Brasil tem, pelo menos, dois atletas com índice em cada estilo, com exceção do Costas, a formação do quarteto se dará na competição, conforme os desempenhos nas provas individuais.

Nenhum comentário

Publique um comentário.